segunda-feira, 20 de agosto de 2018


 Kofi Annan, Secretário - Geral da ONU Evolução Diplomática  pela PAZ...


Kofi Annan - Organização das Nações Unidas/ONU - entre 1997 e 2006, faleceu, em 18 de Agosto de 2018, aos 80 anos, em Berna, na Suíça. Deixa como legado a valorização da diplomacia e do diálogo multilateral nas relações entre os países, mesmo em situações de graves crises internacionais. A notícia de seu falecimento foi publicada no site da Fundação ligada a ele. O comunicado não especificou a causa. Diz apenas que Annan foi acometido por uma “doença rápida”. A família pediu “privacidade neste momento de luto”. A Década que Annan atravessou à frente da ONU foi marcada por atentados terroristas, como o '11 de Setembro', nos EUA, em 2001, e por uma sequência de conflitos armados, especialmente no Oriente Médio, que desafiaram a arquitetura diplomática erguida ao redor das Nações Unidas após o fim da Segunda Guerra Mundial, em 1945. Os esforços de Annan em favor da diplomacia e da Paz foram reconhecidos em 2001, quando ele recebeu o Prêmio Nobel, e contribuíram para manter a ONU de pé, mesmo quando suas instâncias de decisão foram questionadas e desacreditadas por algumas das maiores potências mundiais, como os EUA e o Reino Unido.  





A África negra à frente da ONU. Kofi Annan - Nascido na cidade de Kumasi, no centro de Gana, em abril de 1938, Annan escalou diversas estruturas intermediárias das Nações Unidas antes de ser nomeado o primeiro negro a coordenar a Organização. Ainda jovem, ele estudou economia no estado americano de Minnesota, e relações internacionais em Genebra, na Suíça, assumindo em 1962, aos 24 anos, seu primeiro posto na ONU, no Escritório da OMS (Organização Mundial da Saúde). Entre 1992 e 1996, Annan passou a trabalhar na repartição responsável pelas forças de paz das Nações Unidas. Durante esse período, a organização viveu um de seus maiores dilemas, que resultou na inação diante do genocídio em Ruanda, no centro da África, em 1994, o maior já registrado desde o holocausto de judeus na Alemanha nazista. Sua escolha como secretário-geral da ONU se deu em dezembro de 1996. Annan - foi respaldada pelo Conselho de Segurança e pela Assembleia Geral das Nações Unidas, como havia ocorrido no passado com os seis antecessores no cargo, mas teve a novidade de receber também, no caso de Annan, a aprovação da maioria dos trabalhadores em quadros técnicos da Organização. Agências e Produção Editoria  - Jornal/Revista Folha Cultural.


sexta-feira, 10 de agosto de 2018


Diante do Caminho...


 ... A Vida e a prática dos envolvidos no Movimento Pacifista – é a Ação, é ser útil e produtivo ao próximo!
     A Humanidade! Aos olhos do espírito, pequenas coisas que tem importância! Você recebe e dá! Fazer é Compreender! E, Você pode fazer qualquer coisa quando assume o desafio para isso. E, Coração.
        Naturalmente nós cometemos erros. É assim que aprendemos! Estamos todos em permanente treinamento. A Vida pode ser difícil. Sempre haverá Oportunidade!
       A Luz nos incomoda. Recorremos à espiritualidade e pedimos ajuda quando alicerces tremem... Oriente-se por aquilo que existe de melhor dentro de Você! A qualquer momento Você poderá se perguntar – ‘o quê o meu Eu superior faria?...’ E, saberá o Caminho a seguir.   Confira em si mesmo! Confira no Processo – que é a sua Existência. Você é o Ser espiritual por entre Veredas do bom êxito.  Resultado feliz no empreendimento principiado!
           Dizem que existe uma Viagem, mas são muitos os Caminhos. Desejamos êxito no seu próprio Caminho, na Viagem sem distâncias que poderemos empreender juntos!

          Diante do Caminho... Nós do Comitê pela PAZ / COMPAZ – Desde 17 de Agosto de 1985, nos predispomos no apoio e fomento à criação de condições pela Ação/Cidadã na Comunidade sócio - artístico - cultural; na preservação Ambiental e na promoção dos Direitos, com o arregimentar parceiros comprometidos com a causa pacifista em nossa Região/Alvo – o Centro Sul-Fluminense, Vale do Paraíba do Sul e seu entorno no Caminho pela Cultura de PAZ entre os Povos. De: WR de Andrade/ 2016 – Folha Cultural/FC.
                                                                 
                                            COMPAZ - Preserve conosco essa Ideia Cultural!



        Hoje, neste, 2018, cerca de 1,8 bilhão de pessoas têm entre 10 e 24 anos. 12 de Agosto é o Dia Internacional da Juventude.
         Neste ano, o Dia traz como tema “Espaços seguros para a juventude”, e incluem conceitos de espaços cívicos, públicos, digitais e físicos. Saiba mais sobre o Dia e sobre os desafios para o Brasil em criar lugares seguros para pessoas jovens. #YouthDay UNFPA Brasil

A ONU Brasil lança nesta sexta-feira (10 / Agosto /18) um documento de posição sobre os direitos humanos das #mulheres no País.

O documento constata importantes avanços, mas alerta que estes ainda são insuficientes para garantir equidade e igualdade de oportunidades para homens e mulheres. Leia os principais pontos do texto.

Fonte: UNIC-Rio / COMPAZ-FC.

terça-feira, 7 de agosto de 2018


Foi às 8h15 (hora japonesa) de 6 de Agosto de 1945, que se lançou em Hiroshima a primeira bomba nuclear do mundo sobre alvos civis. 


      A Bomba atômica de urânio apelidada de “Little Boy” saiu do bombardeiro B-29 norte-americano “Enola Gay” (o nome prestava homenagem à mãe do piloto do avião), caindo na cidade japonesa de Hiroshima, uma cidade portuária no oeste do país e uma importante base militar japonesa. Cerca de 80.000 pessoas morreram e 35.000 ficaram feridas com a explosão. Pelo menos mais 60.000 morreram até ao fim do ano com o efeito da bomba. Dos 90.000 edifícios da cidade restaram 28.000. Os incêndios espontâneos eram tantos que não se conseguiam contar.


De 200 médicos na cidade, só 20 sobreviveram. O governo da cidade tinha colocado centenas de raparigas estudantes a trabalhar na rua limpando faixas de fogo em caso de ataques com bombas incendiárias. Todas estavam em campo aberto quando o Enola Gay deixou cair a sua pesada carga. Em 6 de Agosto a população de Hiroshima recorda as vítimas e os sobreviventes da queda da bomba nuclear. Os sinos da cidade tocam às 8h15 e a população faz silêncio em memória das vítimas. Também são lançados pombos, símbolos da paz, e são contados relatos de sobreviventes, entre outras iniciativas. Representantes de vários países fazem parte da cerimônia anual. Fonte: https://www.calendarr.com/portugal/dia-de-hiroshima/ Créditos da imagem: https://www.slideshare.net/BrunoMotta777/hiroshima-20542123

  Kofi Annan, Secretário - Geral da ONU Evolução Diplomática  pela PAZ... Kofi Annan - Organização das Nações Unidas/ONU - entre 1...